OUÇA 105,9 AO VIVO
 

Notícias

  • Prefeitura de Colina realiza cadastro para vacinação antirrábica 2021 - 22/06/2021


    A Prefeitura de Colina, por meio da unidade de Atendimento Municipal para Cães e Gatos – SUS Cão, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde infirma que, de acordo com as determinações do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, este ano a vacinação de rotina contra raiva para cães e gatos acontecerá mediante agendamento prévio pelo telefone: (17) 3341-8604.

    Para receber a dose da vacina antirrábica, os proprietários devem fazer o cadastramento dos animais. O cadastro tem como objetivo evitar aglomeração, conforme os protocolos sanitários de combate à COVID-19.

    A vacinação é gratuita e acontecerá no prédio do SUS Cão, localizado na Rua 13 de Maio, nº. 891, no bairro Pedreira, com atendimento de segundas às sextas-feiras, das 07h às 11h e das 13h às 17h.

    Os responsáveis pelos animais devem comparecer na data e horário estabelecidos no agendamento. Importante ressaltar que não será permitido levar a vacina para casa. As doses são limitadas. Não haverá realização de campanhas.

    De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, todos os cães e gatos com mais de três meses de idade devem ser vacinados. Mesmo aqueles animais que já foram imunizados em anos anteriores devem receber a nova dose.

    Animais de grande porte, é conveniente que se use focinheira. Já em relação aos gatos, o ideal é levá-los em caixa de transporte, mas é possível improvisar com outros equipamentos, como por exemplo, carrinho de feira, gaiolas grandes, entre outros.

    Os critérios para que os animais possam ser vacinados é que tenham mais de três meses de vida e estejam aparentemente saudáveis. Fêmeas que estiverem prenhes também podem receber a vacina.

     

  • Força-tarefa multa 10 pessoas e encerra 4 festas no 1º fim de semana de confinamento em Barretos - 22/06/2021


    Uma força-tarefa multou dez pessoas e encerrou quatro festas clandestinas entre sábado (19) e domingo (20), primeiro fim de semana de confinamento contra a Covid-19 em Barretos (SP).

    O balanço divulgado na noite desta segunda-feira (21) pela Prefeitura também aponta que 19 estabelecimentos comerciais foram multados por desrespeito ao decreto da Prefeitura e cinco foram fechados.

    Nas festas, bebidas alcoólicas foram confiscadas. Além disso, uma moto sem documentação também foi apreendida pela Polícia Militar.

    Ao todo, as equipes da Polícia Militar receberam 452 denúncias de aglomerações por telefone. Barreiras sanitárias também foram feitas em pontos de movimentação da cidade.

    Forma a força-tarefa os agentes da Vigilância Sanitária, Ordem Pública (Ronda Municipal e Fiscalização de Postura), Procon, Polícia Militar e Defesa Civil.

    O confinamento em Barretos tem nove dias de duração. O objetivo da Prefeitura é frear a pandemia e reduzir a pressão na rede de atendimento hospitalar, que ficou esgotada.

    De acordo com o decreto, somente serviços essenciais estão autorizados a funcionar até 0h de 28 de junho, o que inclui alimentação, saúde, postos de combustíveis, bancos e correios, mas cada área submetida a regras diferentes, que não necessariamente liberam o atendimento presencial.

    Além disso, a Prefeitura proibiu a permanência de pessoas em espaços públicos como ruas e praças, além de determinar que os moradores que precisarem se deslocar precisarão comprovar a necessidade, dentro dos casos permitidos. Isso inclui, por exemplo, atendimento médico e viagens para quem trabalha em outras cidades.

    Durante o período, o calendário de vacinação contra o novo coronavírus não será interrompido.

    Moradores e estabelecimentos que desobedecerem as regras poderão ser multados em valores entre R$ 500 e R$ 50 mil e a fiscalização ficará a cargo de órgãos como Vigilância Sanitária, Polícia Militar, Procon e Secretaria Municipal de Ordem Pública. As multas dobram em caso de reincidência.

     

  • Colina chega a 47 mortes por COVID-19 - 22/06/2021


    A Secretaria da Saúde de Colina confirmou em seu boletim epidemiológico diário divulgado ontem mais duas mortes provocadas COVID-19. Agora são 47 vítimas da doença na cidade, sendo 30 em 2021.

    No momento 142 pessoas estão em tratamento da doença, sendo que 121 estão em tratamento domiciliar e 21 internadas (10 na enfermaria, 10 na UTI em Barretos e 1 no Hospital Regional de Bebedouro).

    Casos suspeitos são 77, sendo que 75 estão em isolamento domiciliar, um na enfermaria e um na UTI.

    A taxa de ocupação de leitos de UTI na região está em 95,1%.

     

  • Em 48h, Butantan recebe 81 mil pré-cadastros para testes clínicos da ButanVac em Ribeirão Preto, SP - 21/06/2021


    O Instituto Butantan registrou 81 mil inscrições de voluntários nas primeiras 48 horas desde a abertura do pré-cadastro para o início dos testes clínicos de fase 1 da ButanVac, novo imunizante contra a Covid-19 desenvolvido pelo centro de pesquisa.

    O site desenvolvido pelo instituto recebeu 160 mil acessos nos dois primeiros dias após o lançamento, segundo o Butantan. Apesar da quantidade de interessados, somente 418 voluntários com idade acima de 18 anos serão selecionados nesta etapa.

    "São pessoas que acreditam na vacina, na ciência e na experiência do Butantan em salvar vidas. 81 mil vezes obrigado", comemorou o instituto em publicação nas redes sociais.

    Próximos passos - A autorização para os testes em seres humanos foi concedida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 9 de junho.

    A fase 1 será desenvolvida pela faculdade de medicina da USP no Hospital das Clínicas (HC) de Ribeirão Preto (SP) e tem como objetivo avaliar se a vacina é segura e a seleção de dosagem. O estudo está previsto para durar até 17 semanas.

    Segundo o diretor do Butantan, Dimas Covas, o pré-cadastro é uma forma de encaminhar os voluntários para os responsáveis pelos centros que realizarão os estudos e que, portanto, farão a seleção dos participantes.

    De acordo com o diretor, a primeira etapa do estudo será a única com administração de placebo. Depois, os testes vão analisar a resposta imunológica do organismo com a apresentada por outros imunizantes, inclusive a CoronaVac. A ButanVac é a primeira vacina contra a Covid-19 produzida no Brasil sem que seja necessária a importação de matéria-prima.

    Os insumos básicos são ovos de galinha, frascos e embalagens, os mesmos usados para fazer a vacina da gripe. Estima-se que cada ovo tenha material suficiente para produzir duas doses de vacina.

    Em cada ovo é injetada uma pequena quantidade do vírus da "doença de Newcastle", um mal aviário que é inofensivo em humanos. Esse vírus foi geneticamente modificado para receber a estrutura do coronavírus e estimular a produção de anticorpos contra a Covid-19 no organismo humano.

    A técnica, em tese, permitiria a produção de vacinas ainda mais eficazes contra as novas variantes do coronavírus, uma vez que se pode escolher de qual cepa será retirada a proteína do vírus.

    O trabalho com os ovos também permitiria a independência de importação de insumos da Índia e da China, barateando e acelerando a produção de um imunizante.

    Como agora já existem vacinas disponíveis e comprovadas contra a Covid-19, a ButanVac precisará ter sua eficácia testada em relação a esses imunizantes.

     

  • Vicinal Colina/Monte Azul será recapeada pelo Estado - 21/06/2021


    O prefeito Dieb retornou satisfeito de Sâo Paulo no último dia 14 quando seu pedido foi atendido pelo governador João Doria, que incluiu o recapeamento asfáltico da vicinal Colina/Monte Azul na 2ª fase do programa “Novas Estradas Vicinais”.

    “Fizemos vários pedidos solicitando o recapeamento desta importante rodovia ao vice-governador Rodrigo Garcia, que também é secretário de governo e ao secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi. Na 1ª fase do programa, anunciado no início de março, ficamos de fora então reforçamos os pedidos e felizmente fomos atendidos. Serão recapeados os 24km da estrada o que representa um investimento de mais de 14 milhões de reais”, destacou o prefeito que também lembrou da importância de se ter uma estrada em boas condições para o escoamento da produção agroindustrial e locomoção das pessoas com mais segurança.

    Nesta segunda fase o programa estadual vai recuperar 140 vias que somam mais de 1.500 quilômetros de estradas com investimentos que passam de 1 bilhão de reais.

    “Agradeço e parabenizo o governador João Doria e o secretário de Logística e Transportes, João Otaviano Machado, pelos investimentos nas rodovias paulistas. Agradeço também o vice-governador e secretário, Rodrigo Garcia e o secretário Marco Vinholi. Somos muito gratos a todos por atenderem nosso pedido e incluírem Colina neste programa”, ressaltou Dieb. Ele também lembrou que estão protocolados outros pedidos junto ao governo para recapear a rodovia Colina/Severínia e também a pavimentação asfáltica das vicinais “Benedito Stramasso”  e Estrada Boiadeira.

     

  • Colina tem 113 pessoas em tratamento da COVID-19 - 21/06/2021


    Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, Colina tem 113 pessoas em tratamento da COVID-19, sendo que 91 estão em tratamento domiciliar e 22 internadas (9 na enfermaria, 12 na UTI em Barretos e 1 no Hospital Regional de Bebedouro).

    Casos suspeitos são 98 e todos estão em isolamento domiciliar.

    Desde o começo da pandemia, Colina tem 1558 casos confirmados de COVID-19, com 45 óbitos.

    A taxa de ocupação de leitos de UTI na região está em 95,9%.

     

  • Pesquisa da UFPel e Harvard aponta que vacinação evitou morte de 43 mil idosos por Covid no Brasil - 18/06/2021


    Um estudo aponta tendência de queda proporcional de mortalidade em idosos com mais de 70 anos com o avançar da vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Segundo pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), no Sul do Rio Grande do Sul, e da Universidade Harvard, dos Estados Unidos, a imunização evitou a morte de 43.082 pessoas pela doença em 2021 no país.

    Os resultados mostram que a proporção de idosos entre o total de óbitos por coronavírus caiu de quase 28%, em janeiro, para 12% (entre quem tem mais de 80 anos) e 16% (entre quem tem de 70 a 79 anos) em maio. As mortes por outras causas permaneceram estáveis no período.

    Para os pesquisadores, os resultados fornecem evidências da efetividade das vacinas CoronaVac e AstraZeneca/Oxford, as primeiras a serem administradas contra a Covid no país. Os imunizantes também são eficazes contra a circulação da cepa P.1, conhecida como variante brasileira do vírus, afirmam.

    De acordo com o trabalho, 99% da população com mais de 80 anos já recebeu, ao menos, a primeira dose da vacina. Entre os maiores de 70, o índice é de 94%.

    Um estudo semelhante feito entre fevereiro e abril apontou que 13,8 mil mortes entre maiores de 80 anos foram evitadas com a vacinação.

    Ainda assim, Victora comenta que, mesmo com a vacinação, algumas mortes podem ocorrer. "Nenhuma vacina é 100% efetiva. O que interessa é se, em uma grande população como a brasileira, ela consegue reduzir a mortalidade. E ela conseguiu", avalia.

    Os pesquisadores afirmam que após a primeira dose a pessoa já pode adquirir imunidade nos primeiros 21 dias, mas ressaltam que mesmo assim é essencial toma a segunda dose.

     

  • Prefeitura anuncia novas medidas para conter a COVID-19 - 18/06/2021


    A Prefeitura de Colina publicou o decreto nº 4.389 de 17/06/2021 que aplica na cidade novas medidas restritivas visando conter o avanço da COVID-19. A administração municipal informou que não decretará lockodown no momento e pede apoio da população para que todos sigam as recomendações.

    As novas recomendações são: todo o comércio fica proibido de abrir aos domingos, sendo liberado apenas o serviço de delivery até às 23h.

    As repartições públicas municipais atenderão de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, com capacidade limitada a 20%, seguindo os protocolos sanitários. Serviços municipais de saúde, plantões e serviços emergenciais seguem normais.

    O comércio em geral poderá atender de segunda á sexta-feira das 9h às 18h com capacidade limitada a 20% do público. Aos sábados o horário de funcionamento será das 9h às 14h.

    Serviços de mecânica, serralheria, borracharia, lojas de auto peças, auto elétricas e ava-jatos: segunda às sábado das 6h às 18h (exceto os serviços de emergência).

    Farmácias, drogarias, estabelecimentos de saúde, postos de combustíveis e distribuidoras de gás poderão funcionar todos os dias das 6h às 20h, após esse horário somente plantões, urgência, emergência e delivery.

    O horário das academias de esportes, musculação, lutas e ginástica será liberado de segunda a sexta-feira 6h às 20h e aos sábados das 6h às 14h.

    As escolas públicas, particulares e filantrópicas permanecem no sistema hibrido conforme o decreto 4367 de 12 de abril.

    Parques, clubes sociais, de lazer ou esportivos, recintos, espaços culturais e museus permanecem fechados.

    Atividades religiosas seguem liberadas de segunda a sábado das 6h às 20h.

    Salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, cabeleireiros e afins podem abrir de segunda a sexta das 6h às 18h e aos sábados das 6h às 14h, com atendimento individual e agendado.

    O transporte público circular será paralisado.

    Supermercados, mercadinhos, açougue, hortifrutigranjeiros, mercearias, lojas de conveniência e padarias podem abrir de segunda a sexta das 6h às 20h e sábado das 6h às 18h. Aos domingos apenas delivery até às 23h.

    Restaurantes, bares, lanchonetes, sorveterias, barracas de alimentação, food trucks e similares podem funcionar de segunda a sexta das 6h às 20h, com delivery até às 23h, aos sábados das 6h às 18h, com delivery até às 23h.

    Estão proibidos: convenções, atividades culturais e esportivas, qualquer eventos em edículas, casas de festas, imóveis residenciais, rurais, públicos ou privados. O descumprimento das normas acarretará em punições.

    Fica limitada a circulação de pessoas entre 20h e 4h, liberando apenas o desempenho de atividades essenciais, com uso de mascaras.

    O decreto vale até o dia 30 de junho.

     

  • Colina tem 131 pessoas em tratamento da COVID-19 - 18/06/2021


    Segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde, Colina tem 131 pessoas em tratamento da COVID-19, sendo que 114 estão em tratamento domiciliar e 17 internadas (4 na enfermaria e 12 na UTI em Barretos e 1 no Hospital Regional de Bebedouro).

    Casos suspeitos são 122, sendo que 120 estão em isolamento domiciliar, e 2 estão na enfermaria em Colina e um na enfermaria em Barretos.

    Desde o começo da pandemia, Colina tem 1514 casos confirmados de COVID-19, com 45 óbitos.

    A taxa de ocupação de leitos de UTI na região está em 96,7%.

     

  • Auxílio Emergencial 2021: Caixa começa a pagar 3ª parcela do benefício; veja calendários - 17/06/2021


    A Caixa Econômica Federal (Caixa) começa a pagar nesta quinta-feira (17) a terceira parcela do Auxílio Emergencial, para os beneficiários que fazem parte do Bolsa Família. Quem recebe nesta quinta são aqueles cujo número do NIS se encerra em 1.

    Também nesta quinta, a Caixa libera os saques e transferências da segunda parcela aos beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família nascidos em dezembro, que receberam a parcela em poupança social digital no dia 30 de maio. Com isso, a Caixa conclui o segundo ciclo de pagamentos do Auxílio 2021.

    Para os trabalhadores fora do Bolsa Família, os pagamentos da terceira parcela começam na sexta-feira (18).

    NESTA QUINTA: beneficiários do Bolsa Família com NIS final 1 recebem a 3ª parcela do Auxílio

    trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família, nascidos em dezembro, podem sacar e transferir a segunda parcela

    Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/