OUÇA 105,9 AO VIVO
 

Notícias

  • Uniforme novo, vida nova: Estrelas vence a primeira e segue vivo na briga pelo G4 - 01/04/2019


    Era um jogo de vida ou morte para Estrelas e Unifera, onde a vitória era o único resultado interessante para ambos.
     
    O time treinado por Amarildo havia perdido todos os jogos que fizera até aqui e uma crise enorme pesava no elenco.
     
    Para esse jogo o Estrelas foi a campo de roupa nova, estreando seu novo uniforme, inspirado no do CSA. E isso causou uma situação curiosa. O jogador do Estrelas, Rogério, é daltônico e teve dificuldades para reconhecer seus companheiros.
     
    Isso porque o uniforme do Unifera, inspirado no do Fluminense, se mistura com as listras do rival e confundiu a visão do jogador.
     
    Superado isso o Estrelas dominou grande parte da primeira metade do jogo e fez o goleiro Tiago trabalhar algumas vezes. O Unifera buscava fazer seu jogo, mas tinha dificuldades.
     
    O primeiro gol da partida veio aos 37 minutos com Sagui. O camisa 9 bateu falta com rara felicidade e acertou a bola na gaveta, bem na bochecha da rede.
     
    Na segunda etapa o Estrelas foi superior e manteve o controle da partida. O Unifera teve chances de empatar, mas desperdiçou. Na melhor chance, Romero acertou a trave após encobrir o goleiro e na sequencia Deley chutou o rebote pra fora.
     
    Aos 40 minutos Bellotinho fez o segundo e praticamente sacramentou o resultado. Romero, de pênalti, chegou a diminuir mas não havia mais tempo para o empate.
     
    Sagui falou sobre seu gol após o jogo.
     
    O técnico Amarildo disse que a primeira vitória traz alivio.
     
    Paçoca lamentou mais uma derrota do Unifera, que segue sem vencer.
  • Colina não tem VAR: Em jogo de três pênaltis e duas expulsões Bom Churrasco e Pedreira empatam no Veterano - 01/04/2019


    Bom Churrasco e Pedreira fizeram a partida mais esperada da fase de classificação do primeiro turno do Veterano e, para o bom público presente no Colina Atlético, atingiram as expectativas.
     
    Os dois times entraram em campo lutando pela liderança da competição e fizeram um bom primeiro tempo. O Bom Churrasco começou pressionando e em menos de 10 minutos já havia desperdiçado duas grandes oportunidades de gol, com Ique, em lances que o camisa 9 não costuma falhar.
     
    A Pedreira tentava responder, mas quase não levou problemas para o goleiro Tel. A partida foi bem corrida nos primeiros quarenta minutos.
     
    O primeiro tempo teve um momento de tensão. Em lance fora da bola, Zé Edu, do Bom Churrasco, caiu ao chão e reclamou de ter sido agredido pelo adversário Biro. O juiz controlou a situação e amarelou os dois.
     
    O segundo tempo já começou com tudo e em menos de um minuto a Pedreira tomou o controle do jogo. Zé Edu cometeu pênalti em Tiriu, tomou o segundo amarelo e foi expulso.
     
    Léo, que entrou no intervalo, bateu e converteu, abrindo o placar.
     
    Mas o Bom Churrasco conseguiu responder rapidamente, cinco minutos depois. Ique foi pra área e foi derrubado pelo goleiro Alemão. O próprio Ique bateu e empatou o jogo.
     
    Porém a Pedreira aproveitou a vantagem numérica e seis minutos mais fez 2 a 1. o lance do gol foi bem confuso, Tel, que quase nunca falha, acabou saindo mal, a bola ficou pipocando na área e sobrou para Marquinhos empurrar para a rede.
     
    Parecia que a alvirrubra dominaria o jogo de vez. Com um a mais o time comandado por Zé Paulo não conseguiu impôr seu jogo, pouco criou e não acuou o adversário.
     
    O Bom Churrasco percebendo então que o problema era bem menor do que parecia ser foi em busca do empate, e se manteve vivo e criando oportunidades. E o empate veio aos 34 minutos em outra penalidade máxima.
     
    O zagueiro da Pedreira acabou batendo a mão na bola dentro da área e Ique, de novo, bateu e deixou tudo igual.
     
    Depois do gol, Negão foi expulso e os dois times ficaram em dez no campo.
     
    O técnico da Pedreira, Zé Paulo, disse após o jogo que o empate foi frustrante pelas condições da partida.
     
    Pelo Bom Churrasco, Anaelson, disse que o empate tem gostinho de vitória e elogiou mais uma boa atuação de Ique.
     
    O resultado mantém o Bom Churrasco líder e a Pedreira cai para a terceira colocação.
  • Veterano: Bom Churrasco garante vaga na semifinal do turno; Estrelas perde de novo e aumenta a crise - 25/03/2019


     
    Quando entrou em campo para encarar o Unifera na rodada de ontem do Campeonato Veterano 2019, o Bom Churrasco queria manter os 100% de aproveitamento… Conseguiu isso e ainda já garantiu matematicamente nas semifinais do primeiro turno.
     
    Mas o jogo não foi fácil, pelo contrário, o Carvão teve dificuldades que não tinha encontrado em outros jogos, mas conseguiu superar.
     
    A partida foi ruim, poucas chances de gol foram criadas e as que apareceram levaram pouco perigo aos goleiros.
     
    A melhor chance da etapa inicial foi aproveitada por Marcinho, aos 38 minutos do primeiro tempo. Depois de receber a bola na entrada na área, ele dominou e bateu de canhota para fazer 1 a 0 para o Bom Churrasco.
     
    Na segunda etapa o jogo não melhorou e continuou travado, é nessas horas que talento individual faz a diferença. Aos 25 da etapa final, Ique partiu pela esquerda e rolou para dentro da área e Brito, empurrou para as redes e fez 2 a 0.
     
    O Unifera conseguiu diminuir de pênalti aos 30 minutos, mas a reação parou por ai.
     
    O técnico do Bom Churrasco, Anaelson, analisou a partida e comemorou a vaga antecipada para as semifinais e disse que o objetivo agora é garantir a primeira posição para ter vantagem nas semifinais.
     
    Paçoca, comandante do Unifera, reclamou da arbitragem. Para ele o juiz deixou de marcar um pênalti para o seu time e isso acabou definindo o placar.
     
    O Amigos do Xibil venceu o Estrelas, se recuperou da derrota na rodada passada e ainda afundou ainda mais o adversário na crise.
     
    E esse foi discutivelmente o melhor jogo do campeonato. Muito movimentado, com ambas as equipes buscando o gol e se defendendo, foi um verdadeiro toma lá da cá, em uma partida aberta desde o primeiro minuto e que foi definida nos detalhes.
     
    Quem se deu melhor na etapa inicial foi o Amigos do Xibil que fez 1 a 0 com Parral, aos 29 minutos. Em cobrança de escanteio de Marrom, ele antecipou a zaga e nem precisou pular para desviar a bola para o fundo do gol.
     
    No intervalo a cobrança no time do Estrelas foi grande, com uma pequena discussão entre jogadores, mas a cobrança surtiu efeito. O time voltou melhor na segunda etapa, conseguiu pressionar o adversário e criar grandes chances de gol mas falhou na hora de finalizar.
     
    Até conseguiu empatar, com Kleber, que aproveitou bom cruzamento de Daniel Curi, mas depois perdeu grandes chances de virar.
     
    E aquela velha máxima do futebol, o maior clichê de todos “quem não faz toma”, apareceu.
     
    Em falha da zaga Marrom aproveitou e fez 2 a 1 para o Amigos do Xibil, aos 35 minutos, em cobrança de escanteio de Bim. E aos 43, Daniel fez mais um e botou números finais ao jogo 3 a 1.
     
    Francis, que confirmou não ser mais o técnico do time, função agora de Amarildo, lamentou mais uma derrota e já projeta o segundo turno do Estrelas.
     
    Birruga, técnico do Xibil, disse que time teve uma queda após fazer as mudanças que o regulamento obriga, mas soube superar isso para voltar a vencer.
     
    Na partida da Vila Guarnieri, a Pedreira derrotou o Veteranos da Vila Guarnieri por 1 a 0. Negão fez o único gol do jogo.
     
    A classificação do Veterano está assim: 1o – Bom Churrasco (9), 2o – Pedreira (7), 3o – Amigos do Xibil (6), 4o – Veteranos da Vila Guarnieri (3), 5o – Unifera (1), 6o – Estrelas (0).
     
  • Fundo Social de Colina inicia turmas 2019 dos Projetos “Padaria Artesanal” e “Escola de Moda” - 25/03/2019


    A Prefeitura Municipal de Colina, por meio do Fundo Social de Solidariedade, deu início às primeiras turmas de 2019 dos Projetos “Padaria Artesanal” e “Escola de Moda: Corte, Costura e Modelagem”, nos últimos dias 11 e 12 de março.
     
    Tanto o Projeto Padaria Artesanal quanto o curso Escola de Moda: Corte, Costura e Modelagem são gratuitos, proporcionam conhecimentos teóricos e práticos, e tem como objetivo a capacitação e a qualificação dos alunos para o mercado de trabalho e, assim, proporcionam a melhoria da renda familiar.
     
    O curso Padaria Artesanal é ministrado na sede do Fundo Social de Solidariedade, situada na Rua Antonio Paulo de Miranda, ao lado da Prefeitura, e atende o total 50 participantes, divididos em duas turmas, todas as segundas e terças-feiras, das 16h30 às 18h30. As aulas são supervisionadas pelas Engenheiras de Alimentos, Beatriz Martins Abdalla dos Santos e Aline Piai Paro Gharibian, com informações sobre higienização, conservação de alimentos, controle de qualidade, entre outros temas.
     
    O Projeto Escola de Moda: Corte, Costura e Modelagem é realizado no Centro de Educação Complementar “Antônio Hideo Ikuma” (Super-Center), localizado na Av. Ângelo Martins Tristão, n°. 42. As aulas, com a participação total de 41 alunos, estão divididas em duas turmas, sendo uma turma às segundas e quartas-feiras e a outra, às terças e quintas-feiras, das 18h às 21h. O curso proporciona conhecimento em máquinas de costura reta e overloque, com mesa de apoio para o corte.
     
    A Presidente do Fundo, Profª. Liliana Taha frisou a importância dos cursos Escola de Moda e Padaria Artesanal. “Ao oferecermos as capacitações, além de desenvolvermos a promoção social, por meio da geração de renda; procuramos despertar nos participantes o interesse pela busca de uma nova profissão e prepará-los melhor para o ingresso no mercado de trabalho, que está cada vez mais competitivo”.
     
    O Prefeito Municipal de Colina, Dieb Taha, parabenizou a equipe do Fundo Social pelo trabalho realizado e destacou que a meta da Prefeitura é trabalhar incansavelmente na busca e conquista de novos cursos e projetos que possam contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos colinenses. “Sabemos que o mercado de trabalho é extremamente competitivo e a minha alegria é ver as pessoas que frequentaram os nossos cursos, nos agradecendo pela oportunidade, e se destacando, crescendo na qualificação profissional, instalando seu próprio negócio e complementando a renda familiar”.
  • Colina Atlético realiza encontro de jogadores que fizeram história no time - 18/03/2019


    Relembrar o passado, reencontrar amigos, reviver a história… A tarde de sábado no Colina Atlético foi especial por tudo isso e mais um pouco.
     
    Grandes nomes que fizeram história na época de ouro do Tigre do Vale se reencontraram no estádio da Avenida Rui Barbosa em uma confraternização repleta de nostalgia e claro, de bom papo.
     
    Peteca, campeão na década de 60, disse que mesmo não sendo colinense traz Colina no coração e relembrou os tempos de jogador.
     
    Marcelino, ponta-esquerda do time colinense que foi campeão pela última em 1977, disse que é uma emoção indescritível poder reencontrar os velhos amigos.
     
    Luiz Cláudio, um dos organizadores do encontro, falou como foi organizar o evento e o desafio de juntar as lendas do Colina Atlético.
     
    Renatinho, jogou no Colina entre as décadas de 1960 e 70, é considerado o melhor jogador da história do Tigre do Vale.
     
    O goleiro René, jogou a partida que teve na confraternização e comentou sobre a emoção de jogar com jogadores históricos.
     
     
    O prefeito Dieb Taha também estava presente. Ele contou que na juventude era torcedor assíduo do Colina Atlético e teve a oportunidade de ver os jogadores que estavam ali atuando em grande nível.
  • Veterano: Estrelas perde e se complica; Bom Churrasco vence e mantém 100% - 18/03/2019


    O domingo foi de redenção para dois times do Campeonato Veterano 2019. Depois de perderem de goleada na estreia, Veteranos da Vila Guarnieri e Unifera deram uma boa resposta para suas torcidas e conseguiram grandes resultados na segunda rodada da competição.
     
    No campo do Jardim Primavera o Veteranos da Vila Guarnieri teve pela frente o Estrelas. O jogo começou bem truncado, os times buscavam espaços e pouco criavam, mas tudo mudou quando Lucão partiu pela lateral e só foi parado com uma falta.
     
    Paulinho Codorna ajeitou com carinho, olhou para o gol, respirou e com o pé direito botou uma curva na bola, ela viajou e morreu caprichosamente na gaveta.
     
    A bola já seria quase indefensável para qualquer goleiro, foi mais para Severino, que estava quebrando um galho, pois o goleiro titular, Leco, chegou atrasado.
     
    Assim que deu a saída de bola, o Estrelas quase empatou, mas um indefinição na finalização fez o time perder uma grande oportunidade de marcar.
     
    O Estrelas teve a posse de bola em boa parte da etapa inicial, mas pouco assustou o adversário. Nas raras chances que teve parou em boa atuação do goleiro Balotelli.
     
    A grande chance de gol antes do intervalo foi do time da Vila Guarnieri, quando a bola acerutou a forquilha do gol e não entrou.
     
    No intervalo os técnicos conversaram muito com seus jogadores, principalmente Francis para tentar reverter o resultado,
     
    Mas quem ficou contente mesmo foi o treinador adversário, Chicão, que viu o Veteranos da Vila Guarnieri abrir 2 a 0, com Cal, dois minutos depois do apito do juiz.
     
    O Estrelas manteve a calma e levou só dois minutos para diminuir a vantagem.
     
    Depois do gol o Estrelas foi para cima e ai apareceu a estrela do goleiro Balotelli. O jovem arqueiro teve grandes defesas e foi o principal nome do time, inclusive fazendo uma defesaça no último lance do jogo.
     
    Tímido o goleiro agradeceu a chance de jogar o campeonato e falou sobre a atuação no jogo.
     
    O técnico Francis, disse após o jogo que precisa conversar com sua equipe para resolver os problemas e admitiu que a classificação começa a ficar comprometida.
     
    Já para Chicão, do Veteranos da Vila Guarnieri, o time melhorou em relação a primeira rodada e ele já projeta o confronto com a Pedreira.
     
    No Colina Atlético o Unifera tinha a difícil missão de se reabilitar depois da goleada na estreia e tinha pela frente a Pedreira. A Sapataria conseguiu segurar o bom adversário e saiu de campo com um empate em 0 a 0, com gosto de vitória.
     
    O goleiro Thiago foi o destaque do time e segurou bem os ataques da Pedreira, que foi melhor na segunda etapa.
     
    A única equipe que manteve o nível da primeira rodada foi o Bom Churrasco. Jogando no Colina Atlético o líder da competição bateu o Amigos do Xibil por 4 a 2 com gols de Ique, Brito (duas vezes) e Gil. Marrom e Parral marcaram para o Xibil.
     
    Com os resultados de ontem a classificação do campeonato é a seguinte: 1o Bom Churrasco (6ptos), 2o Pedreira (4ptos), 3o Amigos do Xibil (3ptos, SG2), 4o Veteranos da Vila Guarneri (3ptos, -3SG), 5o Unifera (1pto) e 6o Estrelas (0pto).
  • Bazar de São José hoje - 08/03/2019


    Terá inicio na hoje, dia 8, a vigésima quinta edição do tradicional Bazar de São José. A abertura acontece às 20h com sorteio de brindes para os presentes.
     
    o horário de funcionamento do bazar no sábado das 8h às 12h e das 15h às 21h e domingo das 8h às 12h e das 15h às 18h.
     
     
    Estarão à venda lindas peças de cama, mesa e banho e produtos infantis de altíssima qualidade.
  • Prefeitura de Colina realiza Planejamento Escolar para o ano letivo de 2019 - 08/03/2019


    A Prefeitura Municipal de Colina, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, vai realizar nos dias 06, 07 e 08 de março, o Planejamento Escolar para o ano letivo de 2019.
     
    Previsto no Calendário Escolar da Rede Municipal de Ensino, o Planejamento é realizado anualmente no início de cada semestre letivo, com a finalidade de contribuir para o aperfeiçoamento profissional a partir do estudo, da troca de experiências e de reflexões acerca dos resultados de aprendizagem, visando práticas pedagógicas que elevem a qualidade do ensino.
     
    O evento contará com a participação de todos os profissionais que integram a Rede Municipal de Ensino de Colina, incluindo Gestores, Coordenadores Pedagógicos, Professores, Técnicos e Funcionários, e tem por objetivo a capacitação desses profissionais com foco no planejamento, articulação e acompanhamento pedagógico, e nos resultados de aprendizagem; além disso, o estudo e a reflexão sobre as várias temáticas, reforçam a importância do trabalho em equipe, executado de maneira responsável, de forma que a mediação do conhecimento pela escola alcance os resultados de aprendizagem esperados para todos os alunos.
     
    As temáticas e atividades a serem desenvolvidas durante o Planejamento serão ministradas por Técnicos, Coordenadores e Gestores das Escolas da Rede Municipal, além de outros profissionais liberais contratados.
     
    A programação será direcionada por modalidade de ensino, a fim de atender as especificidades de cada etapa: Educação Infantil (creche e pré-escola), Ensino Fundamental (anos iniciais e finais) e Ensino Médio Profissionalizante.
     
    “O Planejamento é um dos vários momentos previstos no Calendário Escolar em que trabalhamos o aperfeiçoamento e a reflexão pedagógica sobre a nossa ação, para que o trabalho escolar tenha mais significado e seja mais efetivo”, destacou a Profª. Elizabete Milani Neme, responsável pelo expediente da Secretaria Municipal de Educação e Cultura.
     
    Para o Prefeito Municipal de Colina, Dieb Taha, “essas atividades contribuem para a integração e a troca de experiências entre os profissionais da educação e colaboram para o aprimoramento da prática pedagógica e para a melhoria dos resultados de aprendizagem. É muito importante discutir, avaliar e refletir as técnicas pedagógicas utilizadas e os resultados obtidos junto aos alunos, buscando sempre o aprimoramento e a qualidade do ensino”, destacou.
  • Colina estreia dia 14 na Taça EPTV - 08/03/2019


    Colina já tem data para estrear na Taça EPTV Futsal. O time entra em quadra, em casa, na próxima quinta-feira, dia 14 de março, contra Patrocinio Paulista. A partida será a única a ser realizada no dia.
     
    O outro jogo do time colinense é no dia 28 em Guaíra, contra o time da casa.
     
    A chave tem três times e os dois melhores se classificam.
     
    A 35ª edição da Taça EPTV de Futsal se inicia nesta sexta-feira, às 19h, com o desfile das delegações no Ginásio Docão, em Sertãozinho, e a partida entre o time da cidade contra Cândia. A principal novidade neste ano, que pode ser um diferencial na competição, é a forma de inscrições dos atletas ex-federados.
     
    Até o ano passado, a espera era de dois anos no mínimo sem ter vínculos com federações ou ligas profissionais, agora passou a ser de quatro anos. Segundo o Coordenador Técnico da competição, Edison de Pontes, com a mudança do regulamento, a disputa não tem favoritos e o campeão deste ano pode ser uma surpresa.
     
    - Com a diminuição dos federados, o pessoal está comentando que será mais acirrada a disputa e não há favoritos este ano – afirmou Edison.
     
    Para alguns treinadores a medida ajuda a equilibrar a competição. É o caso do técnico Valter da Cruz, de Barretos, que vê a mudança como uma oportunidade para a equipe conquistar um título inédito para a cidade.
     
    - Não tendo atletas federados, a competição terá um nível igual. Isso para nós é muito importante já que não temos jogadores federados. Na minha opinião, o nível da competição fica muito bom – explicou o treinador.
     
    Houve também aqueles que não gostaram da mudança. A medida mudou os planos do Comercial Futsal Ribeirão, que vai ter que deixar de fora do plantel, o goleiro Bim e o ala Paulinho, que ainda não cumpriram o tempo mínimo pós-federado.
     
    - Claro que a gente gostaria de contar com os dois, mas nosso planejamento continua, pois vamos ter outras competições concomitantemente, como o Campeonato Paulista e eles poderão jogar. Nosso elenco é bom. No gol temos dois goleiros, além do Bim, e seis alas, além do Paulinho – explicou Tartáro.
     
    Com 61 equipes inscritas, o campeonato terá 20 chaves – 19 com três equipes e uma com quatro. Para o técnico Massami, do Serrana, essa edição será a mais difícil e concorrida dos últimos anos.
     
    - Pelo que estou vendo na movimentação das cidades, percebi que tem algumas estão investindo bem, formando grandes times e acredito que está será a edição mais difícil dos últimos tempos – explicou Massami.
  • Com clássico na primeira rodada, Veterano começa neste domingo e seis times estão na disputa - 08/03/2019


    Começa neste domingo, dia 10, o Campeonato Amador 2019 e seis equipes estarão na disputa pelo troféu de campeão. Dos sete times que jogaram o torneio em 2018, quatro voltam em 2019: a atual campeã Pedreira, Estrelas, Bom Churrasco e Unifera. Se juntam a elas: Veteranos da Vila Guarnieri e Amigos do Xibil. Patrimônio. Vila Guarnieri e Tigrada não se inscreveram.
     
    O regulamento segue o mesmo modelo de anos anteriores. O campeonato será disputado em dois turnos, com uma semifinal e final e o campeão de cada um disputa a final do Veterano, caso um time vença os dois turnos, será proclamado campeão.
     
    Segundo o regulamento podem participar do Veterano todo jogador a partir de 35 anos (que podem ser completados até dia 30 de junho) nascidos em Colina ou que resida na cidade há pelo menos três meses.
     
    Se um jogador de 35 anos completos ou que completem essa idade até 30 de junho que não disputaram o Veterano Veterano em 2018 só poderão jogar uma partida se ao mesmo tempo estiver em campo um outro jogador de no mínimo 50 anos.
     
    Os times também podem inscrever jogadores de 40 anos moradores de outras cidades mas que trabalhem Colina.
     
    Serão permitidos também quatro atletas de fora desde que tenham 40 anos ou entre 35 e 40 que trabalhem em Colina há pelo menos três meses.
     
    Todos os jogadores inscritos na partida devem atuar por pelo menos 10 minutos.
     
    Uma novidade no regulamento é a eliminação de uma equipe, caso essa tenha atletas envolvidos em caso de agressão.
     
    A taça do primeiro turno será batizada de Taça Pedro Rufino de Oliveira Rodrigues “Neto da Borracharia” e a do segundo turno Taça José Joaquim Alves “Zezinho Figueroa”.
     
    Quatro campos serão utilizados na competição: Colina Atlético (que receberá dois jogos por domingo e os jogos das fases finais e os campos da Nova Colina, Patrimônio, Primavera e Vila Guarnieri, se revezarão recebendo um jogo por rodada.
     
    E a primeira rodada já terá um clássico. Pedreira e Estrelas se enfrentam no Colina Atlético, às 10h, abrindo campeonato com uma das grandes rivalidades do futebol colinense. Antes, às 8h Bom Churrasco x Veteranos da Vila Guarnieri fazem a preliminar.
     
    O outro jogo da rodada acontece na Nova Colina entre Amigos do Xibil x Unifera.