OUÇA 105,9 AO VIVO
 

Notícias

  • Saúde Estadual dá dicas sobre prevenção para festas de final de ano - 21/12/2020


    A Secretaria de Estado da Saúde decidiu listar dicas para orientar a população sobre as medidas de prevenção contra o novo coronavírus durante as festas de Natal e Ano Novo, quando comumente há confraternizações entre familiares, amigos e colegas de trabalho. As principais recomendações do Centro de Vigilância Sanitária (CVS) Estadual visam reforçar as instruções para que essas comemorações ocorram de forma segura, de modo a minimizar a propagação do novo coronavírus e contribuir para a proteção individual e coletiva. “É importante ressaltar que toda a população é parte importante para a solução e o controle da pandemia. Cerca de 60% das pessoas que transmitem o coronavírus são assintomáticas, por isso festas, encontros sociais e aglomerações devem ser evitadas neste momento”, afirma a diretora da Vigilância Sanitária, Cristina Megid. “Com a colaboração de todos é possível aproveitar as festas de forma segura. A ação consciente da população é parte vital na contenção da propagação do vírus”, complementa.

    Entre as dicas, estão os cuidados com a higienização e distanciamento, ambientes, utensílios e atenção aos sintomas.

     

  • Treze colinenses estão em tratamento da COVID-19 - 21/12/2020


    A Secretaria Municipal de Saúde divulgou ontem mais um boletim epidemiológico informando que treze colinenses estão em tratamento da COVID-19, sendo que nove estão em tratamento domiciliar, três na enfermaria de Colina e um na UTI de Barretos.

    Casos suspeitos somam 44, sendo que 43 estão em isolamento domiciliar e um na enfermaria de Colina.

    A semana na região da DRS V, sediada em Barretos, da qual Colina faz parte, terminou a semana com um aumento de 100% de óbitos e de 12,8% de novos casos.

    A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 34%. As novas internações aumentaram 22% nos últimos sete dias.

     

  • Domingo de carreata para arrecadação de alimentos - 11/12/2020


    O próximo domingo, 13, será de “Bênção e Solidariedade” com a missa em louvor a Santa Luzia, a santa protetora dos olhos e carreta para arrecadação de alimentos não perecíveis às famílias carentes.

    O evento, realizado pela Paróquia São José, terá início às 9h30 com a missa na igreja matriz e, em seguida, às 10h30, tem início a carreta com a participação dos motoclubes colinense e barretense, que já confirmaram  presenças. Padre Santana estará em carro aberto com o Santíssimo Sacramento fazendo a bênção das pessoas nas ruas e dos veículos ao final do trajeto.

    “Após a missa com a bênção dos olhos tem início a carreata que percorrerá algumas ruas. As pessoas que desejarem poderão fazer as doações durante o trajeto entregando produtos para as pessoas nos veículos. As doações antecipadas devem ser feitas no Lar Paroquial”, explicou o pároco que acrescentou: “Os fiéis participantes da novena de Natal estão doando um quilo de alimento não perecível e cestas básicas. Pedimos a participação de todos para ajudar quem mais necessita, principalmente nesta época do ano de celebração em família. Vamos contribuir para que o alimento não falte na mesa de ninguém”.

    A Paróquia, que promove o evento pela 1ª vez, possui um cadastro próprio das famílias mais necessitadas de cada comunidades, que será utilizado na distribuição das doações.

     

  • Colina terá subsede da OAB - 11/12/2020


    A partir de janeiro de 2021, Colina vai passar a contar com uma subsede da 7ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). O presidente da OAB Barretos, Belisário Rosa Neto explicou que a Casa do Advogado de Colina irá atender melhor os 90 advogados da cidade, que passam a ter um espaço inclusive para os atendimento da assistência judiciária.

     

  • Colina chega a 380 casos confirmados de COVID-19 - 11/12/2020


    Colina chegou ontem aos 380 casos confirmados de COVID-19, segundo dados contidos no boletim informativo diário da Secretaria Municipal da Saúde. Desde 380, trezentos e cinquenta e sete já receberam alta, sete estão em tratamento (seis em tratamento domiciliar e um na UTI em Barretos) e 16 vieram a óbito.

    Casos suspeitos no momento somam 17 e todos e estão em isolamento domiciliar.

    A taxa de ocupação de leitos de UTI na região está em 24,8%.

     

  • Ministério diz que vacinação pode ser em dezembro se Pfizer obtiver autorização emergencial - 10/12/2020


    O Ministério da Saúde informou nesta quarta-feira (9) que poderá haver vacinação contra a Covid-19 no Brasil ainda neste mês de dezembro, ou no início de janeiro de 2021, se a farmacêutica Pfizer conseguir uma autorização emergencial junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

    De acordo com o ministério, o ministro Eduardo Pazuello afirmou que a vacinação em dezembro depende também de a empresa conseguir "adiantar" uma entrega de doses.

    A vacinação em dezembro ou no início de janeiro, informou a pasta, seria em caráter emergencial e atenderia a uma pequena quantidade de pessoas.

    Após a declaração do ministro, a Pfizer informou o seguinte: “Em nota, o MS disse que o ministro Eduardo Pazuello afirma que se a Pfizer conseguir autorização emergencial junto a Anvisa e conseguir adiantar alguma entrega, o início da vacinação pode ser no fim de dezembro ou no início de janeiro de 2021. Mas isso seria em quantidades pequenas, de uso emergencial. Observando que a autorização emergencial depende da Anvisa e termos contratuais a serem definidos entre MS , Pfizer e/ou qualquer laboratório.”

    A vacina da Pfizer começou a ser aplicada no Reino Unido nesta terça-feira (8). No mesmo dia, o governo brasileiro anunciou termo de intenção para comprar 70 milhões de doses da empresa.

    O anúncio refletiu uma mudança de atitude, já que o governo antes havia dito que o país não tinha infraestrutura para armazenar as doses na temperatura exigida de 70º C negativos.

    Também na terça, em reunião com governadores, Pazuello disse que a vacinação no Brasil começaria no fim de fevereiro.

    O ministro deu a declaração ao comentar a tramitação do registro definitivo da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca. O Brasil tem acordo para 100 milhões de doses dessa vacina.

    Segundo Pazuello, o pedido de registro definitivo deverá chegar à Anvisa até o fim de dezembro, e a agência deve levar 60 dias para análise.

    "Previsão de submeter à Anvisa [em dezembro]. Previsão de registro? Previsão de início no final de fevereiro. Então, se Deus quiser, com tudo pronto, nós iniciaremos a vacinação da AstraZeneca", disse Pazuello.

    A Pfizer informou que o contrato de aquisição das vacinas ainda não foi assinado e estranhou o anúncio do ministro feito ontem.

     

  • Doria diz que dez estados solicitaram a vacina CoronaVac - 10/12/2020


    O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou, na noite desta quarta-feira (9), que dez estados solicitaram a vacina CoronaVac, produzida pela Sinovac, laboratório chinês, em parceria com o Instituto Butantan.

    No vídeo gravado no Palácio dos Bandeirantes, ao lado do governador do Acre, Gladson de Lima Camel, Doria não diz, no entanto, quais são os dez estados.

    O governo de São Paulo afirma que disponibilizou 4 milhões de doses para vacinação de profissionais de saúde em outros estados. A vacina ainda está na terceira fase de teste, em que a eficácia precisa ser comprovada antes de ser liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A previsão do governo de São Paulo é a de que os documentos sobre a Coronavac sejam entregues à Anvisa no dia 15 de dezembro.

    "O governador do estado do Acre é o décimo governador que nos procura nesses últimos dias para formalizar a solicitação para vacina contra a Covid-19, a vacina do Butantan. O governo de São Paulo disponibilizou 4 milhões de doses para os outros estados, governos, para o atendimento prioritário aos profissionais de saúde dos estados", afirmou Doria.

    De acordo com levantamento do G1, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Ceará, Acre, Paraíba, Goiás, Piauí e Maranhão disseram que fizeram contato com o governo de São Paulo para comprar a CoronaVac. A Prefeitura de Curitiba, de Porto Velho e a de Belo Horizonte também solicitaram a vacina.

    Depois da publicação desta reportagem pelo G1, o Palácio dos Bandeirantes soltou uma nota oficial dizendo que o número de estados que solicitaram a vacina subiu para onze, além de SP: Acre, Pará, Maranhão, Roraima, Piauí, Mato Grosso Sul, Espirito Santo, Rio Grande do Norte, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Sul.

    A vacinação está prevista para ocorrer a partir de 25 de janeiro de 2021 no estado de São Paulo e, segundo Doria, outros estados também poderão seguir o cronograma. Na segunda-feira (7), durante coletiva de imprensa, o governo afirmou que o primeiro grupo a receber a vacina contra o coronavírus engloba profissionais de saúde, indígenas e quilombolas de todo o estado.

    Segundo o anúncio, a primeira fase da vacinação será voltada ao grupo prioritário, que também inclui idosos com 60 anos ou mais, e dividida em cinco etapas.

    De acordo com o governo, 9 milhões de pessoas serão vacinadas nessa primeira fase.

    "O público-alvo da primeira fase da vacinação são as pessoas com 60 anos ou mais, que correspondem a 7,5 milhões de pessoas, trabalhadores de saúde, que são os nossos grandes agentes na linha de frente salvando vidas, quilombolas, indígenas, que são 1,5 milhão de pessoas e a prioridade são os trabalhadores de saúde, num total de 9 milhões de pessoas", disse Regiane de Paula, coordenadora do controle de doenças da Secretaria Estadual da Saúde.

     

  • Reservistas devem se apresentar na Junta para atualização de dados - 10/12/2020


    O Exército Brasileiro iniciou ontem (9) e prossegue até o dia 16, o prazo de apresentação dos ex-atiradores queserviram o Exército Brasileiro no período de 1º de dezembro de 2015 a 30 de novembro de 2019, que são os reservistas de segunda 2ª categoria licenciados. Os jovens que se enquadrem nesta situação, necessitam realizar o EXAR (Exército de Apresentação da Reserva) no endereço: https://exarnet.eb.mil.br no ícone para uso de reservista dos Exército ou se dirigindo na Junta Militar, no prédio do Ganha Tempo, no centro, para atualização dos dados cadastrais e carimbo do documento de reservista. Os reservistas que deixarem de se apresentar incorrerão em multa, conforme previsto na lei de serviço militar e seu regulamento.

     

  • Bazar do Fundo Social acontece dia 18 - 09/12/2020


    Começou no dia 1º e vai até 18 de dezembro o Bazar de Fim de Ano do Fundo Social. Estão à venda artigos de mesa, banho e bordados.

    Além disso, você também encontra panetones e chocotones.

    O Bazar está localizado no Centro de Educação Complementar Antonio Ideo Ikuma (Super Center), na Avenida Ângelo Martins Tristão, das 8h às 20h.

    O Bazar também aceita encomendas. Mais informações pelo telefone 3341-3929.

     

  • Festa do Cavalo será de 7 a 11 de julho - 09/12/2020


    Se tudo correr bem, ou seja, se a pandemia de Covid estiver controlada e não houver restrições severas, a tradicional Festa do Cavalo vai acontecer de 7 a 11 de julho de 2021.

    A informação foi divulgada pelo organizador do evento, Marcelo Pinto Neto “Barba”. “Definimos a data para evitar coincidências com outras festas na região. Inclusive com o carnaval temporão que foi cancelado este ano e nas grandes capitais já está programado para o início de julho”, informou Marcelo. Ele frisou que a realização da festa está condicionada a real situação da pandemia e as determinações das autoridades sanitárias à época.

    Marcelo também declarou que está tentando contratar a mesma grade de shows que estava prevista para este ano. “A população aprovou os shows deste ano, então vamos tentar manter a grade porém depende de vários fatores a serem analisados”.

    A 43ª festa que aconteceria de 8 a 12 de julho deste ano foi cancelada por conta da pandemia. As pessoas que haviam comprado permanentes receberam a devolução do dinheiro mediante requerimento apresentado na prefeitura.