OUÇA 105,9 AO VIVO
 

Notícias

  • Mudanças no português entraram em vigor desde o dia 1º de janeiro - 05/01/2009


    Desde a última quinta-feira, dia 1º de janeiro, escrever idéia com acento é coisa do passado.

    Em janeiro, o nosso “bom e velho” português sofreu algumas alterações na grafia.

    Com a nova regra, alunos e professores estão se preparando para reaprender a escrever algumas palavras da língua portuguesa.

    Os Concursos e as provas de redações de vestibulares, já devem cobrar as novas regras à partir de 2009.

    Mas a adequação se estende até 2010.

    Essas alterações não vão modificar o jeito do brasileiro falar, o foco das mudanças deve estar nas crianças.

    Como acordo ortográfico, a idéia é unificar algumas regras nos países que fala a língua portuguesa.

    No Brasil, as alterações atingem aproximadamente 0,5% das palavras.

    A reforma vai obedecer um período de transição até 31 de dezembro de 2012.

    Durante esse período, o brasileiro vai conviver com a dupla grafia: ou seja, a norma ortográfica, em vigor até 2008, e a nova norma estabelecida.

    O Brasil é o 1º país a adotar oficialmente a nova grafia.
  • Promessas de ano novo: com planejamento é possível cumprir, ensina consultor - 31/12/2008


    Fim do ano é sempre a mesma coisa: surgem as famosas promessas para o ano novo.

    Mas, muitas vezes por falta de planejamento acabam nunca sendo cumpridas.

    Curioso é que a maioria das pessoas já conhece esse ciclo de empolgação de final frustrante. Isso pode e deve mudar.

    Especialistas dizem que 2009 será o ano da produtividade.

    Seja na vida pessoal ou no trabalho, todo mundo vai precisar fazer mais, com menos.

    Ter foco será fundamental.

    Portanto, os especialistas sugerem que devemos aproveitar esta época, reservar uma horinha e fazer os planos, para que 2009 não seja uma “repeteco” mal feito de 2008.
  • Este ano de 2008 vai terminar com um segundo a mais - 31/12/2008


    As autoridades que controlam a hora mundial decidiram que 2008 terá um segundo a mais.

    No Brasil, onde a hora oficial é controlada pelo Observatório Nacional, o último minuto das 21 horas deste 31 de dezembro terá 61 segundos.

    Segundo o chefe da divisão de Serviço da Hora do Observatório,Ricardo Carvalho, o ajuste é necessário para colocar o tempo atômico de acordo com a rotação da Terra, que não é uniforme.

    Em 2005 foi preciso fazer um ajuste para compensar os efeitos do tsunami, que atingiu o Oceano Índico em 2004 e desequilibrou um pouco a Terra.

    A hora oficial em todo o mundo é controlada, desde 1967, por relógios atômicos, que usam como base não os movimentos do planeta ou do Sol, mas os ciclos da radiação de certos átomos.

    As correções ocorrem desde 1972 e até hoje, foram acrescentados 23 segundos aos relógios atômicos.
  • As expressões faciais de emoção são genéticas - 31/12/2008


    As expressões faciais de emoção são genéticas.

    A pesquisa foi realizada pela Universidade Estadual de São Francisco.

    Os cientistas compararam quatro mil e 800 fotografias de atletas de judô cegos e com visão normal.

    As fotos foram tiradas durante a entrega de medalhas das Olímpiadas de 2004 e nos jogos Paraolímpicos.

    Os pesquisadores descobriram que tanto os cegos quanto os com visão normal exibiram a mesma expressão facial ao chegar em primeiro lugar.

    Além disso, foram percebidas expressão faciais bem parecidas entre os que perderam as competições.

    De acordo com os estudiosos, isto sugere que algo genético é a fonte das expressões faciais de emoção.

    As expressões não são aprendidas ao longo da vida.
  • Idosos tendem a se lembrar menos de acontecimentos ruins - 31/12/2008


    A idade faz as pessoas se esquecerem de episódios negativos.

    É o que afirma um estudo feito por pesquisadores canadenses e americanos.

    A análise indica que pessoas mais velhas tendem a se lembrar menos de acontecimentos negativos, em comparação com os jovens.

    A explicação é que os idosos usam o cérebro de uma forma diferente das pessoas mais jovens quando se trata de armazenar memórias.

    A equipe pediu que pessoas mais velhas e jovens classificassem o conteúdo emocional de fotos.

    Enquanto isso, a atividade cerebral deles era monitorada por um aparelho de ressonância magnética. Meia hora depois os voluntários tinham que se lembrar dessas imagens.

    Os cientistas concluíram que os participantes mais velhos tendiam a se lembrar menos das fotos negativas porque usaram processos de pensamento, ao invés de processos emotivos, para guardar as memórias emocionais.
  • Exercícios aeróbicos diminuem o apetite - 31/12/2008


    Exercícios aeróbicos são os melhores amigos de quem quer emagrecer.

    Estudo feito no Reino Unido indica que além queimar calorias, atividades como caminha e corrida ainda ajudam a diminuir a fome.

    Os pesquisadores afirmam que um hora de esteira afeta a liberação de dois hormônios reguladores do apetite.

    Enquanto isso, uma hora de meia de musculação, um exercício anaeróbico, mexe com apenas um desses hormônios.

    Os testes foram feitos com homens que, durante dias, mantiveram uma rotina de atividades físicas e responderam uma série de questionários.

    Com o passar do tempo, a fome ia diminuindo, e o responsável pelo estudo, David Stensel, afirma que a descoberta pode revolucionar a relação entre exercícios e perda de peso.
  • Agência Nacional de Saúde Suplementar lança guia de plano de saúde - 31/12/2008


    O guia vai ajudar o consumidor a comparar os planos de saúde na hora de comprar ou trocar de operadora.

    O novo guia deverá ser lançado na metade de janeiro.

    E a partir de abril será possível trocar de convênio sem ter que cumprir uma nova carência, é a chamada portabilidade.

    Mas, o consumidor só poderá mudar para um convênio que tenha o mesmo valor ou que seja mais barato.

    Quem estiver com mensalidade atrasada, não poderá trocar de operadora.

    Dos cerca de 50 milhões de clientes de planos de saúde existentes hoje no Brasil, apenas cerca de seis milhões terão direito ao benefício em abril.
  • Cerveja e refrigerante podem subir 15% - 30/12/2008


    O brasileiro deverá aproveitar esta última semana de 2008 para usufruir dos atuais preços de refrigerantes e de cerveja, classificados como "bebidas frias", uma vez que eles subirão em até 15% no início de 2009, segundo confirmou a Secretaria da Receita Federal.

    Estão sendo elevadas, no início de 2009, as alíquotas do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), do PIS e da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) do setor de bebidas frias (refrigerantes e cerveja).

    Pelo novo sistema, os produtos mais caros pagarão mais tributos.

    Até o momento, a alíquota era igual para todas as cervejas e refrigerantes, o que gerava uma reclamação dos fabricantes menores.
  • Cuidado com o que as crianças dizem nos sites de relacionamento - 30/12/2008


    Fim de ano, os pais estão sempre apressados.

    E com as férias, as crianças acabam ficando mais tempo sozinhas em casa.

    Sem muitas obrigações, acabam indo para o computador e para as salas de bate-papo da internet.

    Especialistas em segurança alertam que é muito fácil para alguém mal-intencionado recolher muitas informações sobre a criança e sobre a família.

    Criminosos descobrem com certa facilidade nomes, colégio onde a criança estuda, quando fica sozinha em casa e até o padrão de vida da família.

    Os casos de crimes cometidos depois de obtidas essas informações se avolumam cada vez mais nos arquivos policiais de todo o mundo.

    O conselho dos especialistas é que as crianças e jovens sejam orientados a só compartilharem informações com quem conhece.

    Devem, ainda, evitar colocar fotografias e os dados pessoais em locais que todos têm acesso, pelo computador.
  • Falar ao celular enquanto dirige pode atrair assaltantes - 30/12/2008


    Quem fala ao celular enquanto dirige tem mais chances de ser assaltado, além de correr um risco maior de provocar acidentes.

    A constatação é de uma empresa americana especializada em segurança.

    Segundo o estudo, o uso do telefone é mais perigoso até do que dirigir sob efeitos de bebidas alcoólicas.

    A empresa enviou um questionário a centenas de presos responsáveis por crimes de trânsito, entre 2007 e 2008.

    Do total que responderam às questões, com idades entre 15 e 31 anos, mais de 80 por cento preferem atacar os condutores enquanto eles conversam no celular.

    A pesquisa foi realizada em Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

    Outros estudos sobre o assunto também já foram realizados na Inglaterra e no Canadá.